questões uem e uepg Brasil colonia

March 27, 2018 | Author: fellipe sanches | Category: Brazil, Slavery, Portugal, Netherlands


Comments



Description

Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração ColonialQuestão 01 - (UEM PR) "Viva o Cardeal D. Henrique No inferno muitos anos Pois deixou no testamento Portugal aos castelhanos." (CASTRO, Therezinha de. História da Civilização Brasileira. Vol. 1. RJ/SP:Record, s/d, p.58) Essa quadrinha popular de época representa o ódio e o descontentamento dos portugueses contra o Cardeal D. Henrique, em relação ao domínio espanhol sobre Portugal, através da União Ibérica (1580-1640). Sobre a União Ibérica, assinale o que for correto. 01. Com a União Ibérica, o comércio que uniu Portugal e Holanda foi interrompido, levando os holandeses a invadirem, primeiro, a Bahia e, depois, Pernambuco. 02. Durante o período em que Maurício de Nassau governou o "Brasil Holandês" (1637–44), os holandeses dominaram o litoral do Nordeste brasileiro, desde o atual Estado do Maranhão até Sergipe, só não conseguindo conquistar a Bahia. 04. A instalação da empresa açucareira no Brasil contou com a participação holandesa no financiamento das instalações e na comercialização do produto, no mercado europeu. Assim, quando proibiu a manutenção dessas relações comerciais, Felipe II tirou dos holandeses uma grande fonte de lucros, levandoos a fundar a Companhia das Índias Ocidentais, para controlar esse comércio e tentar se apossar dos domínios Ibéricos na América. 08. Durante a União Ibérica, o Brasil experimentou um período de desaceleração do seu desenvolvimento econômico, que resultou na completa estagnação de sua economia interna. 16. Portugal teve, no século XVI, o início de sua decadência, motivada principalmente por um enfraquecimento no plano econômico. Esse fato favoreceu grandemente a dominação espanhola que se abateu sobre o país, em 1580, após a crise dinástica provocada pela morte do rei D. Sebastião, na batalha de Alcácer Kibir. Questão 02 - (UEM PR) Uma das maiores marcas deixadas pelos paulistas na história do Brasil foram as bandeiras do século XVII. A respeito das entradas e bandeiras, assinale o que for correto. 01. Embora tenham sido organizadas com o objetivo de descobrir novos territórios e de alargar as fronteiras do Brasil, as bandeiras não permitiam a participação de mulheres. Essa proibição de participação feminina acabou dificultando a ocupação efetiva dos novos territórios, pois os bandeirantes se recusavam a abandonar suas famílias em São Paulo de Piratininga. 02. As bandeiras eram expedições que reuniam um grande número de participantes índios e brancos - que se lançavam pelo sertão, onde passavam meses e, às vezes, até anos, em busca de metais preciosos e de índios para serem escravizados. 04. Um dos fatores que mais colaboraram para o sucesso das bandeiras foi o apoio da Igreja Católica, que era favorável ao aprisionamento e à escravização dos índios por parte dos bandeirantes. 08. As missões jesuítas do Guairá, região situada no estado do Paraná, entre os rios Paranapanema e Iguaçu, foram alvo de seguidas expedições dos bandeirantes, que destruíam e saqueavam as missões e escravizavam os índios que estavam sendo catequizados pelos jesuítas. 16. Os bandeirantes foram responsáveis pelo alargamento das fronteiras e pela interiorização da colonização do Brasil, com a descoberta de ouro nas regiões onde hoje estão localizados parte dos estados de Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Sociedade Colonial Questão 03 - (UEM PR) Sobre as manifestações culturais produzidas no Brasil colônia, no período compreendido entre os séculos XVI e XVIII, assinale o que for correto. 01. A influência da cultura religiosa, disseminada pelos jesuítas, somente deixou de ser determinante com as transformações sócio-econômicas ocorridas com o crescimento da mineração no século XVIII. 02. Nos séculos XVI e XVII, na literatura, além das obras de caráter religioso, predominaram crônicas, nas quais os europeus descreviam o território e a população nativa do Brasil. 04. No século XVII, na literatura, destacaram–se Gregório de Matos (1633–1697), que criticava a cultura jesuítica, e o Padre Antônio Vieira (1608–1697) que, em seus sermões, discutia, entre outras questões, a escravidão do negro africano. 08. No século XVIII, o interior de Minas Gerais, a região mais populosa e urbanizada da colônia, foi o centro da produção musical, literária e das artes plásticas. 16. Tomas Gonzaga da Costa foi um dos maiores escritores do século XVII no Brasil. Entre as suas obras, destacam–se as Cartas Russas, nas quais ironizou os governantes holandeses do Recife. Brasil Colônia (1530 a 1808) / A Atuação da Igreja e o Processo de Catequização Questão 04 - (UEM PR) Sobre a atuação da Igreja durante o período colonial da história do Brasil, assinale o que for correto. 01. O padroado, ou seja, o direito de receber os dízimos devidos à Igreja, a obrigação de pagar os salários e nomear os prelados, havia sido concedido pelo Papa aos reis de Portugal. Essa concessão tornava o rei o patrono das missões e demais instituições da Igreja e estabelecia uma estreita vinculação entre o poder espiritual e o poder secular no Brasil colonial. 02. Embora os portugueses tenham realizado as "grandes navegações" em busca de riquezas, o ideal da cruzada também estava presente nos homens que cruzavam o Oceano. Assim sendo, a expansão da fé caminhava junto com a busca de riquezas. 04. Os primeiros jesuítas, membros da principal ordem religiosa que participou da colonização, chegaram ao Brasil já no século XVI (1549), junto com o Governador Geral. 08. Os interesses dos jesuítas que organizaram as missões se chocavam com as pretensões dos colonizadores europeus. As disputas entre jesuítas e colonos pelo controle dos índios "pacificados" se estenderam até a expulsão dos membros da Companhia de Jesus dos territórios portugueses em 1759. 16. Além da conversão e do pastoreio das almas, a Igreja realizava o registro civil e era responsável por momentos de diversão da população, pois a vida social da Colônia girava em torno das festividades religiosas. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia AurÃfera Questão 05 - (UEM PR) Nos primeiros sessenta anos do século XVIII, o Brasil produziu, aproximadamente, a mesma quantidade de ouro que o restante da América no período de 1493 a 1850. Assim sendo, pode–se falar na existência de um ciclo do ouro no Brasil. A esse respeito, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 01. A descoberta de ouro atraiu um grande número de homens para as regiões mineradoras. Esses homens, oriundos de outras regiões da colônia, e mesmo de Portugal, aventuravam–se na região em busca de fortuna. 02. A chamada "Guerra dos Emboabas" (1708–1709) foi resultado direto da ocupação da região das minas gerais. Nessa guerra, os paulistas uniram–se aos migrantes de outras regiões da colônia para lutar contra os "emboabas", tribo indígena que habitava a região e que resistiu ao avanço do branco europeu sobre o seu território. 04. A região mineradora produziu, paralelamente, riqueza e miséria. Sobretudo nas primeiras décadas da mineração, ocorreram graves crises. Assim sendo, a fome e a subnutrição crônica foram comuns. 08. A descoberta de ouro obrigou a Coroa portuguesa a criar uma estrutura para fiscalizar o pagamento dos tributos nas regiões onde era praticada a mineração. A eficiência da burocracia portuguesa fez que o contrabando e os descaminhos fossem insignificantes durante todo o século XVIII. 16. A região das minas gerais conheceu, durante a mineração, uma crescente urbanização e o surgimento de novos grupos sociais, com funções bem distintas daquelas desempenhadas até então pelos senhores e pelos escravos. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 06 - (UEM PR) O território brasileiro é, hoje, cerca de três vezes maior do que as terras garantidas a Portugal pelo Tratado de Tordesilhas. Sobre a ampliação das fronteiras dos territórios portugueses na América, assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 01. Situado para além da linha de Tordesilhas, o território do atual Estado do Rio Grande do Sul apenas se incorporou à colônia na segunda metade do século XX. os conflitos internos se manifestaram de forma generalizada. foram gradativamente ocupando as vastidões inexploradas dos territórios americanos. a Coroa da Espanha passou a dificultar a participação dos holandeses no comércio do açúcar produzido no nordeste. a colônia de Sacramento. Os holandeses permaneceram no nordeste do Brasil por mais de vinte anos. Com a União Ibérica (1580-1640). para o Brasil. 04. A Companhia das Índias Ocidentais (WIC). Além disso. além de promover a invasão do nordeste brasileiro. 16. 02. dos militares e dos pecuaristas que. assinale a(s) alternativa(s) correta (s). Os holandeses tiveram uma participação significativa na economia açucareira no nordeste do Brasil. ao longo do tempo. os holandeses organizaram a produção de açúcar nas Antilhas. que posteriormente passou ao domínio espanhol. aboliram a escravidão do negro. o Conde Maurício de Nassau foi nomeado governador das terras ocupadas pelos holandeses no nordeste do Brasil. na primeira metade do século XVII. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Revoltas Nativistas Questão 08 .(UEM PR) Sobre as invasões holandesas no nordeste brasileiro. artistas e cientistas. 01. 16. provocaram disputas entre colonos e funcionários do governo.(UEM PR) Durante o período colonial no Brasil. quase de frente a Buenos Aires. Sobre esses conflitos. Com isso. Uma vez expulsos do nordeste. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira Questão 07 . foi responsável pela administração da região invadida. os portugueses fundaram. entre bandeirantes e jesuítas. de Goiás e de Minas Gerais levou à ocupação dessas regiões pelos colonizadores portugueses. visando centralizar e controlar mais de perto a colônia americana. Nassau trouxe. 08. as mudanças administrativas introduzidas pela coroa portuguesa. Na segunda metade do século XVII. Tal fato contribuiu para que os holandeses invadissem o nordeste brasileiro. 04.02. A concorrência do açúcar antilhano contribuiu decisivamente para uma crise na economia açucareira da América portuguesa. 08. entre senhores de engenho e comerciantes. é correto afirmar que: 01. às margens do Rio da Prata. A "Revolta de Beckman". estabeleceu que a posse das terras caberia àqueles que as ocupassem efetivamente (princípio de Utis Possidetis). firmado entre Portugal e Espanha. Por serem protestantes. A ampliação do território português ocorreu graças à ação dos bandeirantes. atingindo todos os setores da sociedade colonial. A descoberta de ouro nas regiões de Cuiabá. ocorrida entre 1684-85. no Maranhão. Em 1637. esse tratado legitimou a posse dos territórios que Portugal ocupava além dos limites estabelecidos pelo Tratado de Tordesilhas. criada pelos holandeses. em 1750. dos missionários. O Tratado de Madri. que feriam os . Além de administradores. foi conseqüência direta dos entraves criados pela exploração colonial. que foi restaurada quando os portugueses retomaram o controle sobre a região. considerado também um castigo para os rebeldes. no século XVIII.(UEM PR) "Os cativos realizavam um grande número de tarefas. sendo concentrados em sua maioria nos pesados trabalhos de campo. Posteriormente. O crescimento da atividade mineradora no Brasil. envolveram-se jesuítas e índios guaranis da Colônia do Sacramento e da região dos Sete Povos das Missões. através do Tratado de Madri (1750). A situação de quem trabalhava na moenda. embora tenha possibilitado um grande aumento do número de escravos.interesses dos proprietários das lavouras canavieiras. Não era incomum que escravos perdessem a mão ou o braço na moenda (. . assinale o que for correto. o tráfico era utilizado principalmente para fornecer trabalhadores para a crescente indústria portuguesa de beneficiamento de especiarias. 02. Nesse conflito. adotaram uma nova bandeira: a luta pela emancipação. 02. enquanto nas regiões de mineração predominou o trabalho compulsório do índio. 08. os escravos africanos passaram a representar a grande maioria da mão–de–obra utilizada. ampliou a participação do trabalho livre na Colônia. Nas primeiras décadas da colonização do Brasil. História do Brasil. Naquele período. São Paulo: EDUSP. ocorrida no sul do Brasil. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Relações de Trabalho e Resistência Africana e IndÃgena Questão 09 . além do caráter emancipatório. 08. As rebeliões coloniais. e os trabalhadores se arriscavam a sofrer queimaduras.80) O texto acima refere–se às condições de trabalho a que eram submetidos os escravos no Brasil colonial. foi fruto da disputa pela redefinição dos limites territoriais entre portugueses e espanhóis. 04." (FAUSTO. 16. Enquanto no Brasil Colônia a relação de trabalho predominante foi a escravidão. Ambos tiveram como características fundamentais. A "Guerra Guaranítica". chegando a colocar em perigo o próprio domínio metropolitano. O tráfico negreiro já era uma atividade exercida pelos portugueses desde as primeiras décadas do século XIV. e teve como objetivo a abolição do monopólio de comércio exercido por Portugal. predominou a escravidão do índio. A respeito da escravidão na época moderna. A "Confederação dos Tamoios" (1554-55) representou um importante grito de resistência contra o colonizador português.) Fornalhas e caldeiras produziam um calor insuportável. A escravidão do africano foi comum nas Antilhas e em algumas regiões litorâneas. nas fornalhas e nas caldeiras podia ser pior. p. Boris. ocorridas a partir do século XVIII. 1995. no Rio de Janeiro e na capitania de São Vicente. na América espanhola o trabalho assumiu formas variadas. Geraram uma violenta reação dos opressores. Muitos cativos eram treinados desde cedo para esse serviço. Em Minas Gerais.. que viram nos quilombos uma ameaça a toda estrutura colonial.. 01. Os quilombos caracterizavam claramente a luta dos escravos pela sua libertação. eclodiram dois movimentos representativos dessa nova reivindicação . a intensa participação das camadas populares.Revolta de Felipe dos Santos (1720) e Inconfidência Mineira (1789). 04. do século XVI ao início do século XIX. 1995.16. No território do atual estado do Paraná. no século XVIII. os meios de locomoção e as vias de penetração eram completamente precários e insuficientes. Questão 11 . 02. até Sorocaba. assinale o que for correto.(UEM PR) Em 1695. assinale a(s) alternativa(s) correta(s) sobre os caminhos e o tropeirismo. Foi a partir daí que se organizaram os primeiros movimentos que deram origem à campanha abolicionista. Um dos mais importantes caminhos do Sul do Brasil. foi um marco significativo da luta dos setores progressistas da sociedade brasileira contra a escravidão. os primeiros caminhos originaram-se com os índios e posteriormente foram utilizados pelos bandeirantes e pelos tropeiros. p. Ruy Cristovam. efeitos que não se restringiram ao Brasil e a Portugal. e chegar até o interior do Brasil. ao longo do século XVIII. era utilizado pelos tropeiros principalmente para levar o gado criado no Sul do Brasil até as províncias de São Paulo e de Minas Gerais e ligava Viamão. no interior do atual Estado de São Paulo. têm suas origens ligadas ao tropeirismo. 97). no século XVIII. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia AurÃfera Questão 12 . A instalação do Governo Geral. em 1549. Aponte as características desse tipo de colônia. História do Paraná. . A intensificação da utilização do caminho dos tropeiros (também chamado de estrada da mata ou de caminho de Viamão).(UEM PR) “Nos primeiros séculos da história brasileira. os caminhos foram abertos pelos portugueses ao longo da colonização para superar os obstáculos naturais. 01.(UEM PR) Na visão de muitos historiadores. A respeito da mineração no século XVIII. o Brasil foi uma colônia de exploração pertencente a Portugal. pois surgiram em locais utilizados pelos tropeiros para descanso e alimentação. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 10 . como a Serra do Mar e a Mata Atlântica. no interior de Minas Gerais. como Ponta Grossa. Várias cidades paranaenses. A atividade mineradora teve. Curitiba: Vicentina. onde a descoberta de ouro atraiu um grande número de imigrantes. 16. Castro e Lapa. 04. ocorreram as primeiras descobertas significativas de ouro no Brasil. Segundo o texto citado. relaciona-se à maior necessidade de abastecimento da região das Minas Gerais. no atual estado do Rio Grande do Sul. A partir do fragmento acima. As únicas vias existentes eram os chamados caminhos por onde só podiam transitar tropas de muares. devido às precárias condições” (WACHOWICZ. 08. no Brasil. Estudos historiográficos elaborados sobretudo nos últimos vinte anos mostram que a riqueza produzida pela atividade mineradora era privilégio de poucos. centros de residência. De forma distinta do que ocorreu no Brasil. a mão-de-obra dos índios que. e os índios que habitavam a região mineira. eram “homens de toda a casta e de todas as partes. a) Com a mineração.(UEM PR) Ao longo do século XVIII. assinale a alternativa incorreta. b) A mineração possibilitou a interiorização da colonização do Brasil. A mineração conduziu à recuperação econômica da Colônia e acabou com a fome endêmica. 04. 08. de negócios e de festas comemorativas. Sobre os desdobramentos dessa atividade na história do Brasil. uns de cabedal e outros vadios” (ANTONIL). embora fossem submetidos a extensas jornadas e péssimas condições de vida. 32. 16. com a ocupação das regiões de Minas Gerais. possibilitou o surgimento de notáveis manifestações artístico-culturais. Com a descoberta de ouro. gente dos mais diferentes locais e de diferentes condições sociais afluiu para a região das minas. . A guerra dos emboabas (1610-1623) foi resultado do conflito entre os paulistas. a população de trabalhadores livres superou a população escrava. 02. a mineração tornou-se uma das principais atividades econômicas do Brasil Colônia. as artes em geral e a arquitetura barroca desenvolveram–se consideravelmente. Sobre a produção aurífera em Minas Gerais no século XVIII.(UEM PR) A descoberta de ouro em Minas Gerais no final do século XVII atraiu para aquela região milhares de indivíduos das mais diversas condições sociais. Diferentemente do que ocorria até então em outras regiões do Brasil. d) A mineração promoveu a articulação econômica entre Minas Gerais e as regiões de pecuária do Sul do Brasil. que pretendiam o monopólio da exploração aurífera. predominantemente. Segundo um escritor daquela época. por sua vez. de Goiás e de Mato Grosso. responda: a) Qual o significado do termo “cabedal” utilizado por Antonil? b) O que eram as Casas de Fundição estabelecidas a mando da Coroa portuguesa? c) Qual a relação entre a ação dos bandeirantes paulistas e a mineração nas Minas Gerais? Questão 14 . a vida social na região mineira concentrou-se nas cidades. pequenos funcionários e comerciantes com poucos recursos econômicos. pela primeira vez. A ampla maioria da população mineira livre foi constituída de gente pobre. A vida urbana.01. c) A riqueza extraída das minas incentivou a produção cultural na colônia: a música. pois possibilitou os recursos necessários para a importação dos alimentos que não eram produzidos no Brasil. a exploração de metais preciosos realizada pelos espanhóis no México e no Peru utilizou. não foram escravizados. Questão 13 . como revelam as igrejas mineiras do século XVIII. 93). capela. Além de poder econômico e prestígio social. Francisco M. Tal fato contribuiu para a preservação da Mata Atlântica no litoral do Nordeste.(UEM PR) O texto seguinte trata da questão do abastecimento da região das minas de ouro da América Portuguesa. 2000. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia AurÃfera Questão 16 .(UEM PR) A produção de açúcar na região Nordeste do Brasil. . promoveu o desenvolvimento. 04. São Paulo: Ática. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 02. senzala.P. de atividades econômicas que se voltavam prioritariamente para o mercado interno. até engenhos “reais”. A atividade mineradora. Os engenhos podiam ser desde “trapiches”. o principal produto da economia da América portuguesa. A sociedade que se formou na região Nordeste tinha características agrárias. Assim sendo. Cultura e Opulência do Brasil. 02. engenho (local onde se produzia o açúcar) e o canavial. isto é. o índio não foi escravizado naquela região. achando-se não poucos mortos com uma espiga de milho na mão. 1982. 04. movidos por energia hidráulica. 169-171. p. Após os anos iniciais. com o crescimento populacional das Minas Gerais. pequenas unidades movidas a força motriz animal.. p. o senhor de engenho detinha poder político e militar. não se pode crer o que padeceram ao princípio os mineiros por falta de mantimentos. 01. Em razão dos lucros possibilitados pelo tráfico de africanos. as populações indígenas que habitavam a região litorânea e a região do agreste nordestino foram preservadas. estava organizada em torno do complexo formado pela casa-grande. Em razão de a produção de açúcar ser mais lucrativa. grandes unidades produtivas. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira Questão 15 . no século XVIII. no Brasil. Leia-o e assinale a(s) alternativa(s) correta(s).” (ANTONIL. A situação de fome descrita por Antonil persistiu e predominou por todo o século XVIII. Belo Horizonte: ItatiaiaEdusp. a antiga atividade de extração de pau-brasil foi abandonada. em razão do grande crescimento demográfico da região mineradora. a partir da lavoura canavieira. sem ter outro sustento. tornou-se. Brasil. a capital da colônia foi transferida de Salvador para o Rio de Janeiro em 1763. 01. A esse respeito. “Sendo a terra que dá ouro esterilíssima de tudo o que se há mister para a vida humana. com a utilização de uma roda d’água e grande número de trabalhadores. no século XVII. e não menos estéril a maior parte dos caminhos das minas. o crescimento das atividades que gravitavam em torno da mineração constituiu na região um próspero mercado de consumo. em grande parte abastecido por tropas de mulas. 16.e) Com o enriquecimento da região Centro-Sul do Brasil. mesmo não ocupando cargos públicos. In: TEIXEIRA. história e sociedade. 08. Sobre a Igreja. O Padroado Régio foi uma aliança entre a Coroa Portuguesa e a Igreja Católica. ordem religiosa da Igreja Católica. Ao contrário do Brasil. havia uma clara preferência pela escravidão do indígena. por meio da qual o governo português detinha controle sobre as ações da Igreja. em especial. 01. Em razão das características próprias da mineração e das dificuldades de abastecimento. 16. A esse respeito. 08. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). A Companhia de Jesus foi a Ordem Religiosa de maior destaque na colonização portuguesa do Brasil. que cresceu acompanhando o desenvolvimento da mineração mineira. Expulsos do Brasil. naquelas regiões. não ocorreu escravidão de africanos. 16. pois. gradativamente substituída pela do escravo africano. em 1680. o fechamento das manufaturas existentes em todo o território brasileiro. Brasil Colônia (1530 a 1808) / A Atuação da Igreja e o Processo de Catequização Questão 18 . Maria I.08. Para impedir a expansão da produção de tecidos e da metalurgia. a mão de obra escrava utilizada pelos portugueses. Diferentemente do ocorrido na região litorânea do Nordeste. 02. nas colônias da Espanha. 04. a rainha de Portugal. 02. os colonizadores portugueses e os jesuítas entraram em choque em razão.(UEM PR) A recente eleição do Papa Francisco contribuiu para chamar a atenção sobre a Companhia de Jesus. dentre outros motivos. no Paraná. . O predomínio da escravidão africana na América decorreu da indolência do imigrante português que veio para o Brasil ao longo da Época Moderna. determinou. em 1723. 01.(UEM PR) Os escravos se constituíram na principal mão de obra utilizada pelos europeus na ocupação dos territórios americanos. 16. foi a do índio. pois os jesuítas tiveram forte presença na vida social da colônia. Ao contrário do que ocorreu em relação ao indígena. o trabalho escravo não foi utilizado no Brasil meridional e. nem o Estado e nem a Igreja condenaram a escravidão dos africanos na América Portuguesa. 04. os jesuítas e a sua relação com a história do Brasil. De início. na primeira metade do século XVIII. os jesuítas não puderam mais atuar no Brasil e foram substituídos pelos franciscanos. na colonização do Nordeste do Brasil. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Relações de Trabalho e Resistência Africana e IndÃgena Questão 17 . 08. As Missões fundadas pelos jesuítas tinham como objetivo reunir grupos de nativos em aldeamentos para promover sua conversão e sua aculturação. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). da oposição dos jesuítas à escravização dos índios por parte dos demais colonizadores do Brasil. o número de escravos utilizados como mão de obra diminuiu consideravelmente na primeira metade do século XVIII. Em diversos momentos da história colonial. da qual o Papa faz parte. D. As feitorias foram os primeiros estabelecimentos instalados pelos portugueses no litoral brasileiro e tinham por finalidade armazenar mercadorias. a explorar o interior da floresta amazônica foram a coleta das “drogas do sertão” e a captura de índios. atraiu. 01.(UEM PR) No período colonial predominava no Nordeste brasileiro uma sociedade patriarcal. com o passar do tempo. primeiro Governador Geral do Brasil. A extração do látex. na primeira metade do século XVI. o Rio São Francisco a ser conhecido como Rio dos Currais. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). extintas. Atualmente. 16. “seringueiros” para a região do Acre. os portugueses ficaram mais restritos à faixa litorânea do território brasileiro. A intensificação da pecuária levou. Assinale a(s) alternativa(s) que se relacionam corretamente à interiorização da colonização do Brasil. no século XIX. 02. de imediato. até então. para a produção de borracha. O comércio de pau-brasil foi a atividade econômica diretamente responsável pelo povoamento português no território brasileiro. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Sociedade Colonial Questão 21 . foi ocorrendo uma interiorização da colonização. 02. que era. armas e ferramentas e servir de abrigo. 16. 08. possibilitou aos portugueses a utilização da mão-de-obra indígena na exploração do paubrasil. no século XIX. em meados do século XVII. 08. Com a nomeação de Tomé de Souza. Os degredados. A descoberta de ouro e de diamantes levou à ocupação do nordeste do Paraná e de Santa Catarina. no século XVIII. criminosos de alta periculosidade condenados pela justiça de Portugal. Tendo perdido suas terras. Sobre essa sociedade é correto afirmar que: . constituíram o principal núcleo dos primeiros povoadores do Brasil. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Pecuária Bovina Questão 20 . 04.(UEM PR) No início da colonização do Brasil.Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 19 . as Capitanias Hereditárias foram. O que motivou os portugueses. isto é. Contudo. o território brasileiro com a maior área de cobertura florestal preservada. a expansão da fronteira agrícola na região amazônica faz com que ativistas de movimentos ecológicos vinculem tal expansão à destruição das florestas. os capitães donatários retornaram a Portugal. a troca de produtos sem a utilização de moeda. 01.(UEM PR) Sobre o período inicial da colonização do Brasil. isto é. a pecuária possibilitou a ocupação do sertão nordestino. O escambo. 04. Introduzida pelos europeus. A introdução dos trabalhadores africanos na agricultura. 02. ou a grande fazenda. Por meio do compadrio se estabelecia uma rede de parentesco que promovia dependências e privilégios entre os grandes proprietários de terras. A penetração no interior do território brasileiro. Uma das primeiras transformações econômicas provocadas pelos portugueses foi a organização de uma produção voltada para o mercado. garantiu a posse de terras aos portugueses. os franceses estabeleceram-se em parte do atual Canadá. Na sociedade patriarcal prevalecia a democracia familiar. 02. os trabalhos domésticos eram realizados por escravos. com a fundação de reduções ou missões: aldeamentos indígenas organizados e administrados pelos jesuítas persas.(UEM PR) Sobre a imigração e colonização na América. Embora essa ocupação fosse dispersa. 04. com os portugueses incorporando territórios em direção ao interior do continente. Na busca de ouro e prata. os incas e os astecas. como os maias. 01. 04. 16. 08. 08. na América do Sul. era mais que uma unidade produtiva. 02. Na América do Norte. na América Central. os espanhóis conquistaram territórios desde o México até o extremo sul do continente americano. por bandeirantes. 16. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Relações de Trabalho e Resistência Africana e IndÃgena Questão 23 . onde os problemas econômico-sociais eram resolvidos pelos pais e pelos filhos com idade acima de 18 anos. contudo.(UEM PR) Assinale o que for correto sobre o processo de colonização do Brasil. com a crise da escravidão. . Na sociedade patriarcal predominava o trabalho assalariado. fixaram-se no Haiti e. em substituição a uma produção de subsistência praticada pelos índios. e posteriormente na extração do ouro. Diferentemente do restante da América. fez o trabalho indígena ficar restrito aos serviços domésticos. foi efetiva. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). polarizando a vida social. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 22 .01. o respeito às tradições culturais dos nativos brasileiros contribuiu para que elas continuassem vivas até os dias de hoje. A sociedade patriarcal se organizava em torno da figura do Senhor de Engenho e o engenho. o Brasil passou a receber imigrantes europeus. A ocupação da região Sul no Brasil começou no século XV. instalaram-se na Guiana Francesa. No século XIX. 01. Cabiam à mulher os trabalhos domésticos e a educação dos filhos nos preceitos cristãos. que colonizaram o País e contribuíram para a formação do mercado de trabalho livre. submetendo povos nativos que viviam em toda essa região. 04. pois. as manufaturas foram estimuladas pela Rainha de Portugal e se tornaram a principal atividade econômica de Minas Gerais. ocorreu uma diminuição da presença dos órgãos do Estado português na América. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 25 .(UEM PR) Sobre a formação territorial. 16. A partir da promulgação da Constituição Federal de1988. a partir das duas últimas décadas do século XVIII. fato que determinou a mudança da capital do Rio de Janeiro para Salvador. as províncias foram transformadas em unidades federativas conhecidas como territórios. uma das principais atividades econômicas da América Portuguesa. política e administrativa do Brasil. e Brasília é a única unidade administrativa que compõe o Distrito Federal. assinale o que for correto. implantadas na década de 1530. 04.08. O Distrito Federal é a menor unidade na hierarquia de organização políticoadministrativa do país. gradativamente. 01. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) que se relacionam a essa atividade. 02. por trabalhadores livres. 04. O processo de ocupação do território brasileiro é fruto do encontro de povos que aqui viviam e de outros que vieram a ocupá-lo ao longo do tempo. Tal diminuição revoltou os moradores do Brasil e influenciou a eclosão da Inconfidência Mineira. em meados daquele século. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia AurÃfera Questão 24 . a ponto de as autoridades régias a restringirem do Reino ao Brasil. Alheios às divergências dos colonizadores. 16. tornando-se. Uma forma encontrada pelos jesuítas para a cristianização dos índios brasileiros foi a fundação de colégios. embora continuassem existindo escravos na região mineira. a mineração foi adquirindo grande importância. . Durante os séculos XVIII e XIX. O sistema político-administrativo das capitanias hereditárias. 16.(UEM PR) Ao longo do século XVIII. A mineração provocou uma forte imigração. eles foram sendo substituídos. 08. dividiu a América Portuguesa em unidades autônomas e desarticuladas entre si. os chamados “contratadores”. os povos indígenas mantinham uma atitude pacífica com relação aos europeus e não participavam das guerras coloniais. Com a riqueza possibilitada pela mineração. a extração de minerais preciosos no interior do Brasil entrou em declínio devido à produção de açúcar para exportação. 08. A sociedade mineradora foi predominantemente urbana e apresentava uma maior complexidade e mobilidade social quando comparada à existente nos engenhos do nordeste. 02. A mineração contribuiu para o fim da escravidão no Brasil. 01. Com a decadência das minas de ouro. relaciona-se. direta ou indiretamente. ao longo do século XVIII.A. na atual região Norte do estado do Paraná. c) Os jesuítas portugueses. o Modernismo.C. a) A intensificação da colonização portuguesa na América. naquele período. L. um dos líderes da Revolta de Beckman. tinha. d) O crescimento da vida urbana. no início do século XVIII. O “monopólio” a que se refere o texto havia sido concedido pela Coroa Portuguesa à Companhia Geral de Comércio do Maranhão.A.(UEM PR) Ao longo do século XVIII. à descoberta e à mineração de ouro no Centro-Oeste do Brasil atual. 04. Depois haverá tempo de mandar representantes ao Rei e obter a sanção dele. p. sobretudo depois da ascensão de D. História geral e do Brasil. ocorrida no Maranhão nos anos oitenta do século XVII. provocou uma diminuição do número de escravos africanos na colônia. 307). o comércio se intensifica e a burocracia se faz mais presente. São Paulo: Scipione.I.” (Trecho da declaração de Manoel Beckman. as primeiras manifestações culturais caracteristicamente brasileiras como. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 01. por exemplo. no Brasil. 2008. 08. as vilas se adensam. assinale a alternativa correta. deram os primeiros passos para a urbanização e a europeização dessa região. demonstra que os revoltosos estavam comprometidos com a luta pela institucionalização do trabalho livre e assalariado no Maranhão. MELLO. ao construírem. entre suas atribuições. b) O maior número de portugueses que emigraram para o Brasil. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 27 . as missões do “Guairá”. a fim de se recuperar a mão-de-obra livre. no que diz respeito ao comércio e aos índios.(UEM PR) Leia o texto: “Não resta outra coisa senão cada um defender-se por si mesmo. A Companhia Geral de Comércio do Maranhão. 16. ocorre uma intensificação da colonização portuguesa do Brasil. Extraído de COSTA. L. . e) A urbanização ocorrida no Brasil no século XVIII promoveu o primeiro surto industrial brasileiro.ª Maria I ao trono de Portugal. fez surgir. A expressão “recuperar a mão-de-obra livre”. podem ser observados sinais de crescimento. vender escravos africanos aos colonizadores do Maranhão. O desejo de “expulsar os jesuítas” decorria da oposição que a Companhia de Jesus fazia à escravização dos índios no Maranhão.. A população aumenta. Por toda parte. 02.Brasil Colônia (1530 a 1808) / Revoltas Nativistas Questão 26 . utilizada por Beckman. A Revolta de Beckman demonstra que os colonizadores estavam de acordo com as diretrizes administrativas da Coroa Portuguesa para o Maranhão. criada pela Coroa Portuguesa. A esse respeito. duas coisas são necessárias: a revogação do monopólio e a expulsão dos jesuítas. no século XVIII. D. 01. 02. decisivamente. 08. O avanço português em direção ao Sul levou à fundação da Colônia de Sacramento. enquanto ministro do Rei de Portugal. 02. as expedições dos bandeirantes tinham por objetivo estabelecer alianças com as populações nativas do altiplano andino. o Marquês de Pombal.(UEM PR) Na segunda metade do século XVIII.(UEM PR) A colonização portuguesa na América praticamente se limitara ao litoral durante o século XVI. A respeito das reformas pombalinas. Questão 29 . A esse respeito. 04. a ocupação daquela região pelos portugueses. 08. a pecuária impulsionou a ocupação do sertão e conduziu a uma guerra contra os índios da região. à margem esquerda do rio da Prata.(UEM PR) Ao longo do período colonial da história do Brasil. Um dos principais objetivos das reformas era modernizar econômica e politicamente os domínios portugueses. A respeito das cidades coloniais e de sua administração. 16. Durante a administração pombalina. Além de capturar índios hostis. um dos objetivos das reformas do Marquês de Pombal era ampliar a ocupação territorial e reestruturar a administração colonial. a partir dos anos de 1760. . José I. fatores econômicos e estratégicos acabaram por conduzir a uma interiorização da colonização. 01. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). Ações administrativas adotadas por Pombal diminuíram drasticamente o contrabando e promoveram. O domínio holandês no Atlântico Sul dificultou o abastecimento de escravos africanos para os engenhos da Bahia. foram estabelecidos tratados entre Portugal e Espanha que tinham como objetivo estabelecer as fronteiras entre os territórios espanhóis e portugueses na América. um grande aumento da quantidade de ouro produzido em Minas Gerais. Pombal enfrentou a oposição de parte da nobreza lusitana e foi apoiado por setores ilustrados dessa mesma aristocracia. Esse fato impulsionou as expedições dos bandeirantes em busca do índio para ser escravizado. no final do século XVII. a descoberta e a exploração do ouro nas Minas Gerais impulsionaram. Com relação ao Brasil. arquitetou um plano de reformas para o Reino e para suas colônias. a Guerra dos Bárbaros. 04. Para tornar realidade as reformas.Questão 28 . as vilas e as cidades fundadas pelos colonizadores portugueses eram administradas pelas Câmaras Municipais. Questão 30 . assinale a(s) alternativa(s) correta(s). A partir do século XVII. No Nordeste. 16. No século XVIII. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). 2000.(UEM PR) Leia o texto a seguir: “Os portugueses serão submissos se forem tratados com cortesia e benevolência. Brasil história e sociedade.(UEM PR) Sobre a América Portuguesa. 01. As Câmaras regulavam o atendimento aos pobres. em 1547. Legislar sobre impostos locais e sobre os serviços urbanos e arrecadar tributos régios eram atribuições das Câmaras. pois as principais atividades econômicas eram urbanas. representado pelo Governador Geral. A criação do Governo Geral. Ao longo da história da presença portuguesa na América. 04. p. No século XVIII. pela Coroa de Portugal extinguiu o sistema de capitanias hereditárias e impediu que franceses e holandeses invadissem e fundassem colônias no Brasil. 02. aos órfãos e aos necessitados. em conflito com o poder central. 08. entrou. Em razão do “Pacto colonial”.) .63. os membros da Câmara. 08. ao ultrapassarem os limites estabelecidos pelo Tratado de Tordesilhas na busca de riquezas e de índios para escravizar. o poder das elites coloniais. o governo de Mauricio de Nassau introduziu novas atividades econômicas naquela região. com a crise do açúcar que se seguiu à Invasão Holandesa de Pernambuco. organizavam campanhas militares contra índios rebeldes e escravos fugidos. São Paulo: Editora Ática.P. Citado por TEIXEIRA. contribuíram para expandir os domínios portugueses na América. Ao longo da colonização portuguesa no Brasil. transformando-a no principal polo de produção artesanal do Brasil. os chamados “homens bons”. Francisco M. na região litorânea do Nordeste brasileiro. Embora o trabalho escravo tenha predominado na produção de açúcar. 16. Questão 31 . representado principalmente pelas Câmaras Municipais. 04. tornou-se uma importante atividade econômica. 16. eram nomeados diretamente pela metrópole portuguesa. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira Questão 32 . 02. as cidades polarizavam a vida social. sei por experiência que o português é uma gente que faz mais caso da cortesia e do bom tratamento que de bens. Até o final do século XVII.01.” (Trecho do “testamento político” de Mauricio de Nassau escrito às vésperas de deixar Pernambuco. Os Bandeirantes. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). nos engenhos também era utilizada a mão de obra de trabalhadores livres assalariados. utilizado pelos portugueses como moeda de troca na compra de escravos na África. a produção de tabaco. inúmeras vezes. 04. a Companhia das Índias Ocidentais. a invasão holandesa no atual Nordeste do Brasil. 01. pode ser citada a necessidade de os holandeses garantirem sua participação no comércio do açúcar produzido no Brasil. ferramentas. dando início às atividades mineradoras naquela região. os bandeirantes paulistas descobriram ouro em uma região que hoje faz parte do Estado de Minas Gerais.(UEM PR) No final do século XVII. 02. que eram conhecidos como “mascates”. Dentre tais invasões. ocorreu a Inconfidência Mineira. uma extensa faixa litorânea que se estendia. provavelmente. vestuário. 01. mobiliário. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). tornando-se um ativo mercado de gêneros alimentícios. por mais de duas décadas. Passados os primeiros anos e até meados do século XVIII. utensílios. no Ceará. que propunha o fim da escravidão e o aumento dos impostos sobre o ouro. Entre os fatores motivadores das invasões.(UEM PR) Desde o início da colonização. na primeira metade do século XVII. A esse respeito. 16. aproximadamente. provocando um grande aumento da população brasileira no século XVIII. 16. 08. A respeito dessa invasão. de 1580 a 1640. criada na Holanda. armas. O texto confirma que os portugueses que moravam no nordeste do Brasil resistiram bravamente aos invasores holandeses. A descoberta de ouro atraiu para a região um vasto contingente populacional oriundo de Portugal e de outras regiões da Colônia. provocando dificuldades para a subsistência da população da região das minas.O texto citado acima se relaciona com as invasões holandesas no nordeste brasileiro na primeira metade do século XVII. a América portuguesa foi alvo de invasões de outros povos europeus. na segunda metade do século XVIII. animais de carga. entre Espanha e Portugal. a economia mineira mostrou uma grande vitalidade. Em Minas Gerais. Além da região onde hoje se localiza Fortaleza. a mais significativa é. . 02. 08. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). As Invasões Holandesas relacionam-se aos conflitos europeus que culminaram na União Ibérica. Os primeiros anos da exploração aurífera foram marcados pela escassez e altos preços dos artigos de primeira necessidade. Mauricio de Nassau foi o governador nomeado pelo Rei de Portugal para governar o “Brasil holandês”. dos atuais estados de Alagoas até o Rio Grande do Norte. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). entre outros. dominou. A Guerra dos Mascates foi um movimento que surgiu nas primeiras comunidades mineiras contra os altos preços praticados pelos comerciantes. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 34 . 04. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia AurÃfera Questão 33 . A esse respeito. 01. assinale o que for correto. difundiu-se a crença no retorno desse rei. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Relações de Trabalho e Resistência Africana e IndÃgena Questão 36 . um grande desenvolvimento econômico a Portugal. Assinale a(s) alternativa(s) que se relacionam corretamente a esse fato.01. desapareceu lutando contra os muçulmanos na Batalha de Alcácer-Quibir. ao Papa João Paulo II. 02. em nossos dias. Martim Afonso de Souza percorreu os territórios indígenas do litoral brasileiro. o segundo governador geral do Brasil. com destaque para a introdução do trabalho livre nas fazendas e o estímulo à diversificação agrícola. Esta é a verdadeira história. santo padre. Em 1530. A crença no retorno de D. estender os domínios de Portugal até o Rio da Prata e explorar o interior.Paulo. O sebastianismo ressurgiu em alguns momentos da história luso-brasileira. no norte da África. A invasão holandesa vincula-se ao processo de separação dos Países Baixos do domínio espanhol. 16. os holandeses mudaram completamente as estruturas econômico-sociais da região. aproximadamente. 01.) Com relação ao encontro das populações ameríndias com os europeus. que se seguiu ao desaparecimento de D. o Brasil foi invadido e tomado dos indígenas do Brasil. como.(UEM PR) "Dizem que o Brasil foi descoberto." (Fala do líder Guarani. Sebastião. Marçal Tupã–y. Folha de S. Após a morte de D. 08. no movimento de Canudos. 08. 12/10/1991. com a missão de expulsar os franceses. . 04. organizar núcleos de povoamento e defesa. não. espalhando-se entre moradores do Brasil. em busca de ouro e prata. A pecuária e a produção das drogas do sertão foram as duas principais atividades desenvolvidas pelos holandeses no Nordeste.(UEM PR) Na década de setenta do século XVI. Nunca foi contada a verdadeira história do nosso povo santo padre. bem como a questões relativas à União Ibérica (1580-1640). em 1980. corresponde ao Estado de Sergipe. Sebastião. Em seu auge. Sebastião. os portugueses abandonaram a política de expansão em direção ao sul da África e iniciaram a efetiva colonização do Brasil. o Brasil não foi descoberto. Sebastião marcou o imaginário popular português e atravessou o Atlântico. o domínio holandês estendeu-se. o bom governo dos reis da Espanha e o ouro extraído das minas do Brasil garantiram. Sebastião. o Rei de Portugal. D. Com a morte de D. por 70 anos. 02. 04. Com o domínio dos reis da Espanha sobre Portugal. que salvaria os portugueses das dificuldades que os assolavam. A expulsão dos holandeses do Nordeste resultou da ação militar comandada pelo governador geral Mem de Sá. desde o litoral do atual Estado do Maranhão até o território que. embora houvesse incertezas políticas. Durante o período em que permaneceram no Nordeste. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira Questão 35 . por exemplo. 16. trazendo pelos pés aos Homens nobres. a administração colonial portuguesa. outras centenas de milhares foram afetados pelas doenças epidêmicas trazidas pelos brancos. Milhares de índios foram exterminados pelas guerras de conquista. 01. a partir do final do século XVI.(UEM PR) Leia o texto: "A cada canto um grande conselheiro que nos quer governar cabana e vinha. contribuiu decisivamente para a intensificação do já existente comércio de escravos africanos. dominou a vida na colônia a partir de meados do século XVI. Tendo o texto acima como referência. A exploração de pau–brasil. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 37 . e LOPES. tendo por base a grande propriedade. 16. O engenho. na Bahia. uma Carta Régia do Rei de Portugal autorizou a guerra justa contra os índios que resistiam à escravidão. 04. A expansão da produção açucareira no Brasil.História e Civilização – O Brasil colonial. 04. As bandeiras foram expedições que." (Gregório de Matos. . ao mesmo tempo. p. Estupendas usuras nos mercados todos os que não furtam. C. em busca de metais preciosos. 1995. de funções e de postos. no século XVII. e querem governar o mundo inteiro! Muitos mulatos desavergonhados. Esse poema de Gregório de Matos mostra o quanto a Coroa portuguesa estava empenhada em uma radical reforma administrativa no Brasil. embora corrupta. porque eram imunes a essas doenças. não sabem governar sua cozinha. 32. usado na tintura de tecidos na Europa. 08. ordenados de forma rigorosa e. resultou na escravidão de grandes contingentes de populações indígenas. destinavam–se ao aprisionamento de índios para o trabalho escravo. no século XVII. a vida rural predominou sobre a vida urbana.62). unidade produtiva básica. assinale a(s) alternativa(s) correta(s) sobre o Brasil Colonial. além de vasculharem os territórios indígenas. muito complexa. deu origem a grandes povoações litorâneas. era caracterizada pela competência. 08. Segundo Gregório de Matos. postas nas palmas toda a picardia. O modelo de colonização implantado pelos portugueses no Brasil. 16. Em 1570. Os índios só não morreram aos milhares. Na administração colonial portuguesa. Nos dois primeiros séculos da colonização. havia uma grande variedade de cargos. In: MOTA. muito pobres: eis aqui a Cidade da Bahia.02. a monocultura e o trabalho escravo. São Paulo: Ática. 02. A.G. Pouco tempo depois. os portugueses encontraram ouro no centro-oeste do Brasil. A esse respeito. A Companhia de Jesus limitou sua ação à organização de missões no interior do Brasil. procurando evitar que fosse escravizado. foram alvo de ataques dos Bandeirantes que visavam capturar índios que pudessem ser vendidos como escravos.Brasil Colônia (1530 a 1808) / A Atuação da Igreja e o Processo de Catequização Questão 38 . a vida social e política girava em torno dos engenhos. Em razão do “pacto colonial” entre colônia e metrópole. os jesuítas foram expulsos de Portugal pelo Marquês de Pombal. todo o ouro produzido pelos brasileiros destinou-se aos cofres da Inglaterra. A esse respeito. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia AurÃfera Questão 39 . assinale a(s) alternativa(s) correta(s). um ambiente caracteristicamente rural. Entre as diversas ordens religiosas que atuaram na colonização do Brasil. 04. acabou gerando conflitos entre os colonos e os membros do clero no Brasil Colonial. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). As regiões auríferas viveram. a Companhia de Jesus foi fechada pela Igreja. sem dúvida. 08. 16. Esse fato marcou o início da ocupação daquela região e desencadeou uma série de mudanças no Brasil Colonial. 08. a que mais se destacou. A defesa que a Igreja fazia do nativo. Em 1759. a Companhia de Jesus foi. com destaque para a arquitetura barroca e a literatura. quanto pelo papel político que exerceram. pois o deslocamento de grande número de mineradores para a região não foi acompanhado do desenvolvimento simultâneo de um sistema de abastecimento bem articulado. fundando missões nos atuais estados do Paraná. 16. Tanto por seu trabalho pastoral e missionário. O ciclo do ouro possibilitou um desenvolvimento das artes. inicialmente. 04. 02. localizadas no atual Estado do Paraná. As missões jesuítas do Guairá. 01. graves crises provocadas por falta ou por escassez de víveres. procurando evitar sua escravização. 01. promovendo sua conversão e aculturação. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira . 32.(UEM PR) Na última década do século XVII. Na economia açucareira nordestina dos séculos XVI e XVII. colaborando para estruturar o cotidiano social de uma população heterogênea e dispersa. O ouro de aluvião. enquanto o ciclo minerador propiciou um rápido desenvolvimento da vida urbana. contribuiu para que ocorresse uma diminuição do número de escravos no Brasil. As missões reuniam grupos de índios em aldeamentos.(UEM PR) A Igreja Católica teve uma ativa participação na colonização do Brasil. do Rio Grande do Sul e do Amazonas. 02. os jesuítas tiveram forte presença na vida social da colônia. que pode ser explorado pelo método da faiscação. governador holandês da região ocupada. uma das principais potências européias. Para o Estado. com a retirada pacífica do exército holandês. como a transferência da capital do Estado do Grão Pará e Maranhão de São Luís para Belém (1751) e a do Estado do Brasil de Salvador para o Rio de Janeiro (1763). assinale a alternativa incorreta. como a criação do Conselho Ultramarino e da Companhia Geral do Comércio do Brasil. Para a Igreja. assinale a alternativa incorreta. a) Durante a União Ibérica (1580-1640). a . c) Nas regiões de mineração. por exemplo.(UEM PR) Sobre a política mercantil.(UEM PR) Quando os historiadores fazem menção ao Brasil holandês. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 41 . b) No século XVIII. incentivou financeiramente a modernização da produção açucareira nordestina e realizou grandes obras urbanísticas e de saneamento em Recife. d) Após o fim da União Ibérica. administrativa e fiscal da Coroa de Portugal para o Brasil nos séculos XVII e XVIII. a Intendência das Minas e as Casas de Fundição.Questão 40 . permitindo. eles se referem ao período em que a Holanda. c) A ocupação holandesa no Brasil se insere no quadro de disputa entre as potências mercantilistas européias por territórios e por mercados coloniais. Portugal tomou várias iniciativas para reestruturar seu império e para dinamizar o comércio colonial. a liberdade religiosa e a coexistência entre católicos. Sobre esse assunto. b) A política colonial holandesa se distinguiu da política colonial portuguesa em vários aspectos. e) O marquês de Pombal promoveu importantes modificações administrativas na colônia. após a intermediação diplomática do rei Luis XVI da França. nomeando exclusivamente administradores espanhóis para governar a colônia. Brasil Colônia (1530 a 1808) / A Atuação da Igreja e o Processo de Catequização Questão 42 . a Coroa portuguesa tomou várias iniciativas para regulamentar a atividade mineradora no Brasil. o principal imposto cobrado pela Coroa era o “Quinto” sobre o ouro extraído. a conquista material era vista como instrumento de acumulação de riqueza e poder. os reis da Espanha interferiram diretamente na administração do Brasil. a) Maurício de Nassau. e) A ocupação holandesa do Nordeste brasileiro terminou em 1700. criando o Regimento das Minas de Ouro. d) A memória histórica da época da colonização holandesa no Brasil ficou registrada na arquitetura de muitas cidades nordestinas e nos quadros pintados por artistas holandeses que retrataram as paisagens da região. judeus e protestantes calvinistas.(UEM PR) “Estado e Igreja foram as duas instituições que dirigiram a colonização da América espanhola e portuguesa a partir do século XVI. ocupou e colonizou o Nordeste brasileiro no século XVII. a) Durante o período colonial. rei português que havia desaparecido após uma batalha na conquista da Índia. a Coroa portuguesa adotou. 2000. o território paranaense sob domínio português ficou dividido entre duas Capitanias Hereditárias: as pertencentes a Martin Afonso de Souza e a Pero Lopes de Souza.conquista espiritual era instrumento de recomposição e ampliação do ‘rebanho’ católico. fundaram importantes reduções indígenas nas margens do rio Paranapanema. onde era usado como embalagem para exportação de açúcar. 04. São Paulo: Ática. d) O Sebastianismo. nos territórios portugueses da América. No século XVII.” (TEIXEIRA. no entanto isso não conseguiu impedir seu florescimento no Brasil.P. 02. entre o final do século XVI e início do século XVII. F.(UEM PR) Assinale o que for correto a respeito da história colonial do território que hoje corresponde ao estado do Paraná. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 43 . e) A escravidão foi uma instituição duramente combatida tanto pela Igreja quanto pelo Estado português. reduzido e ameaçado na Europa pela ação da Reforma Protestante. 08. sendo elevado à condição de vila entre 1646 (ereção do Pelourinho) e 1648 (eleição para escolha das autoridades da Vila). A esse respeito. 01. a crença no retorno de D. Brasil – História e Sociedade. assinale a(s) alternativa(s) correta(s). Na fase inicial da colonização.(UEM PR) No início da década de trinta do século XVI. de um mesmo projeto colonizador. O pinho era vendido para Pernambuco e Bahia. demonstra a união entre a administração do Reino e da Igreja em Portugal. b) Por meio do regime do Padroado. a Igreja Católica construiu as missões ou reduções. dessa forma. A fundação de Curitiba está ligada à exploração dos vastos pinheirais nativos que cobriam o planalto paranaense. as vilas de Antonina e Morretes tornaram-se importantes centros exportadores de açúcar para o mercado europeu. c) Embora Estado e Igreja tivessem objetivos distintos. Parte do território paranaense foi marcada pela ação missionária de jesuítas espanhóis que. isto é. 16.51). participando. o papado exerceu um controle efetivo sobre os colonizadores portugueses do Brasil. p. que tinham como objetivo educar e disciplinar os índios para serem utilizados como escravos pelos demais colonizadores. moldando a colonização aos interesses de Roma. o sistema de Capitanias Hereditárias. Sebastião. ambos compartilhavam o interesse pela colonização do Brasil. Paranaguá foi o primeiro centro políticoadministrativo estabelecido pelos portugueses em território paranaense. . Assinale a alternativa correta a respeito do texto acima.M. Questão 44 . nessa capitania. dos quais 2. 16. ao fato de que. As Cartas de Doação eram documentos da Coroa portuguesa que estabeleciam a transferência da propriedade das terras para o donatário. entre outros motivos. os paulistas fundaram as primeiras cidades da região: Vila Rica do Espírito Santo e Guaíra. Os direitos e os deveres dos capitães donatários eram estabelecidos pelos Forais e pelas Cartas de Doação.(UEPG PR) Entre os fatores que foram determinantes na ocupação efetiva do interior do Brasil e na definição das linhas gerais de sua configuração geográfica figura(m) 01. Antônio Raposo Tavares. Curitiba: Ed. 04. O Tratado de Tordesilhas (1494).” (WACHOWICZ. os investimentos financeiros realizados possibilitaram a organização da produção mercantil de açúcar. dos Professores. . As expedições para defesa e combate aos franceses. no atual território do Rio Grande do Sul. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Relações de Trabalho e Resistência Africana e IndÃgena Questão 45 .000 eram índios. 08.(UEM PR) Leia o texto e assinale a(s) alternativa(s) correta(s).19). Os territórios que compreenderam as missões jesuítas do Guairá pertenciam à Espanha e foram incorporados ao Brasil pelos tratados de Madrid e de Santo Ildefonso. 02. Os ataques dos bandeirantes às reduções do Guairá obrigaram os jesuítas e os índios sobreviventes a transladarem-se para o Sul. p. 08. O sucesso da colonização da capitania de Duarte Coelho (Pernambuco) vinculase. na região. os bandeirantes ocuparam o território às margens do Rio Tibagi com o cultivo do café. apareceu. Durante meses. Após destruir as reduções. 02. ataque esse que era o real objetivo de sua presença ali. que fixou os domínios portugueses e espanhóis na América. Entre as dificuldades enfrentadas pelos donatários. assinados entre Portugal e Espanha. 02.01. à margem esquerda do Rio Uruguai. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 46 . 1968. História do Paraná. A criação do sistema de capitanias atesta o descaso e o desinteresse da Coroa portuguesa pela colonização do Brasil. em nossos dias. 04.000 homens. que fundaram as colônias da França Antártica e França Equinocial. Com a destruição das reduções. 16. 01. As “reduções às margens do Tibagi” a que se refere o texto foram fundadas pelos jesuítas espanhóis em áreas que. fazem parte do território paranaense. capturando os índios que encontrasse e esperando algum pretexto para atacar as reduções.C. estavam os ataques dos índios e os altos investimentos necessários para levar adiante a colonização dos territórios. com 3. R. “Em 1628. permaneceu nas margens do Tibagi. 01. assinale o que for correto.(UEPG PR) Sobre os primeiros tempos da colonização européia no Brasil. 02. o sistema das capitanias mostrava sinais de profunda crise e. Descentralizado. e a analogia fez parte do processo de compreensão e descrição desse mundo novo e desconhecido. levou D.(UEPG PR) "Pouco tempo depois de estabelecido. as vilas tiveram um papel fundamental na ocupação do território. 01. assinale o que for correto. As entradas e bandeiras. In: História Geral do Brasil) A necessidade de coordenar as iniciativas de povoamento produtivo. Sobre este sistema. A economia colonial se inseriu num sistema amplo cujo centro dinamizador estava nas metrópoles européias. até então muito isoladas. As diferenças culturais e ambientais despertaram inúmeras curiosidades entre colonizadores e colonizados. 08. as demais capitanias tendiam mais a despovoar-se do que a povoar-se [. representante plenipotenciário da metrópole. transformando-os em moradores. Não obstante a criação do Governo-Geral. 04." (Francisco C. . eram simultaneamente bases da administração. João III a criar o Governo-Geral. João III de implantar o Governo-Geral do Brasil. baseado no direito de ocupação. 16. 08. e sanar os males que grassavam na nova terra. As culturas de cana-de-açúcar e fumo. o sistema de capitanias hereditárias continuou a existir até a segunda metade do século XVIII.04. O fracasso das capitanias e fatores externos como os primeiros sinais de crise nos negócios da Índia e as derrotas militares no Marrocos influenciaram a decisão de D. Toda a máquina governamental objetivava garantir os interesses dos proprietários de terras e escravos.. excetuando-se a Nova Lusitânia e São Vicente. que integrou os Sete Povos das Missões ao domínio português.]. O Tratado de Madri (1750). pontos de referência no contato com a metrópole e centros comerciais. Teixeira da Silva.. 04. Visava acima de tudo a assentar os colonos. expedições que buscavam riquezas minerais e índios para escravizar. Apesar da importância dos engenhos. no litoral. bases militares. concentração dos poderes e efetiva comunicação entre as capitanias. 16. As autoridades municipais e das capitanias submetiam-se integralmente ao governador-geral. 08. Questão 48 . 02. As maiores. o poder político colonial situava-se nas unidades produtoras emergentes. A instituição do Governo-Geral significou centralização administrativa. As relações entre a colônia e a metrópole exigiram da primeira uma economia não especializada e altamente diversificada. quando Pombal as transformou em capitanias reais. que eram destinadas ao mercado interno. Questão 47 . homens ou mulheres. 04. Entre os indígenas. Os homens dependiam muito das mulheres. não puderam escamotear a importância econômica e social das mulheres. Privilegiamento do comércio com o Oriente pois as especiarias. a administração municipal foi entregue às câmaras municipais. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 50 .(UEPG PR) Sobre a colonização portuguesa no Brasil. 02. a despeito da ênfase dada à atividade masculina. como questão central. escolhidos pelos "homens bons". 02. 08. no Brasil. 04. as mulheres. restringindo sua ocupação ao litoral brasileiro. 16. compostas de três ou quatro vereadores. Nas sociedades indígenas a poligamia era proibida. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Fase Pré-Colonial (1500 . Ocupação das áreas platinas que provocaram conflitos com a Inglaterra. a preocupação fiscal que acabou dominando todo o mecanismo administrativo.1530) Questão 51 . adquirindo prestígio.(UEPG PR) "As relações mulheres/homens são descritas detalhadamente por todos os cronistas e. visto que não apresentava sinais evidentes de metais nobres. 02. A colonização respeitou o Tratado de Tordesilhas. assinale o que for correto. 08. 01. 16. 01. o que representa um ponto central nas questões de gênero. os homens não tinham autoridade sobre as mulheres. após os ritos iniciáticos. usado no tingimento de tecidos. Pouco interesse na ocupação efetiva do território descoberto. Presença de expedições exploradoras e guarda-costas para o reconhecimento do litoral e expulsão de piratas estrangeiros. assinale o que for correto.16. as sedas e outros objetos de luxo constituíam certeza de lucro imediato. eram os verdadeiros dirigentes das tribos. 16. Entre os indígenas.1530) Questão 49 . Vê-se assim o esboço de grupos sociais cujo relacionamento era livre e sem hierarquias. A orientação política colonial lusitana apresentava. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Fase Pré-Colonial (1500 . Extração e exportação do pau-brasil para a Europa. pode ser entendido como um tempo de: 01. o marfim." (Extraído de um texto de Tânia Swain no livro Caminhos da História da América no Brasil. A implantação do governo-geral visava principalmente a defesa do litoral brasileiro contra os ataques estrangeiros. Os pajés. 1998) Sobre o papel da mulher nas sociedades indígenas no Brasil colônia. 04. entravam para o mundo masculino.(UEPG PR) O período situado entre 1500 e 1530. tanto para sua sobrevivência quanto para a própria integração social. Com o surgimento das primeiras vilas e cidades. sobretudo a Guerra. . A agricultura colonial fundamentava-se nas pequenas e médias propriedades destinadas à lavoura de subsistência. A produção gerada na colônia estimulava o seu desenvolvimento e atendia prioritariamente às necessidades de seu mercado interno. 08. valores e informações.(UEPG PR) A respeito do primeiro século da colonização portuguesa no Brasil. . assinale o que for correto. A base da colonização portuguesa se localizou no litoral do nordeste brasileiro. 02. 08. cem anos após o início da colonização. mas nas vastas extensões de terra. As tropas de mulas. assinale o que for correto. ligando as pessoas dos mais diversos pontos da Colônia. guascas e tropeiros deram sustentação ao funcionamento de engenhos de açúcar. A mineração foi amplamente explorada pelos portugueses que ainda estabeleceram um rigoroso sistema de impostos sobre as atividades mineradoras. Sobre a economia açucareira. 01. os senhores de engenho ocupavam o topo da pirâmide social.(UEPG PR) Assinale as alternativas que apresentam características da sociedade colonial brasileira. Diferentemente dos intrusivos paulistas.Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 52 . 16. 02. região que teve no tropeirismo sua principal atividade. O clero católico pouco interferia nos comportamentos sociais. em geral comercializadas nas feiras de Sorocaba. ao desenvolvimento das atividades mineiras e ao abastecimento do interior do Brasil. 02. conquistou o Sul da Colônia. não nas matas e alagados. No nordeste açucareiro. a começar pela imposição do idioma tupi-guarani. funcionavam como uma verdadeira correia transmissora de negócios.(UEPG PR) Sobre o desenvolvimento da pecuária no Brasil Colônia. 08.(UEPG PR) A cana-de-açúcar teve grande importância no período colonial brasileiro. a criação de gado. e as mulheres tinham a função de cuidar do lar e dos filhos. Tal como no Nordeste. A atividade pecuária impediu o desenvolvimento da mineração na região das Minas Gerais. Sertanejos. 01. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira Questão 53 . 01. Os trabalhadores livres e assalariados compunham a base da sociedade. A integração regional foi uma das principais marcas desse século. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira Questão 55 . A escravidão negra serviu como principal mão-de-obra nesse período. onde se desenvolveu uma intensa atividade econômica a partir dos engenhos de açúcar da região. os criadores de gado nordestinos adentraram. Predominava o patriarcalismo. Os grupos indígenas tiveram papel determinante na formação do modelo social. rapidamente integrou-se à realidade econômica colonial. 16. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Pecuária Bovina Questão 54 . assinale o que for correto. 04. O sul brasileiro. 08. 04. língua oficial da colônia. 04. distantes do fértil litoral. 02. nascidos no Brasil. recém-chegados da África. prestando serviços ao senhor de terras: mestres de açúcar. purgadores. 08. caldeireiros. 08. A escravidão de negros em associação com engenhos de açúcar já era comum desde o século XV. 01.(UEPG PR) "No que exatamente consistiam os engenhos? Em algo mais que as gigantescas rodas. Além desses dois grupos de estrangeiros. No período colonial. no sul de Portugal. Ela intensificou-se ao longo dos séculos XVI e XVII. O cultivo da cana-de-açúcar era realizado em pequenas e médias propriedades rurais.01. abrigava também um grupo diversificado de trabalhadores especializados e agregados.. registrou que. assinale o que for correto. calafates. A mortalidade indígena ligada ao trabalho forçado e a fuga de tribos inteiras para o interior acabaram por inviabilizar o trabalho cativo dos índios. não existindo registro sobre o aprisionamento e o trabalho compulsório feminino. 16. 02. 04. A cana-de-açúcar era originária da América Central. africanos já aculturados que entendiam o português. com o tráfico para o Brasil. se alguém possuísse meia dúzia de escravos na colônia. [. assinale o que for correto. . e "ladinos".] Quem plantava. Os engenhos utilizavam energia a vapor para mover as moendas e beneficiar o produto. caixeiros. 01. entre outros. a escravidão negra limitou-se ao gênero masculino. havia o dos "crioulos". botava a cana para moer. colhia. com que são representadas nas gravuras dos viajantes.(UEPG PR) Em um de seus textos mais conhecidos. A empresa do açúcar não envolvia apenas senhores e escravos. que orbitavam em suas franjas. O sucesso da produção de cana-de-açúcar no Brasil deveu-se às condições oferecidas pelo clima tropical.. Pero de Magalhães Gândavo. Foi na capitania de Pernambuco e vizinhanças que o cultivo da cana-de-açúcar se expandiu e adquiriu importância no período colonial. acondicionava e transportava o açúcar até o mar? O escravo: primeiramente o indígena e depois o africano. e posteriormente. de Venâncio Priore) A respeito do assunto tratado neste texto. quente e chuvoso. A respeito da exploração do trabalho escravo no Brasil colonial. movidas a água ou a tração animal. logo poderia "honradamente" sustentar a si e a sua família. Questão 56 . carpinteiros. cronista português que viveu no Brasil no século XVI. pedreiros e barqueiros. conhecido como "massapé"." (Texto extraído da obra O livro de ouro da História do Brasil. nas ilhas do norte da África. Questão 57 . Os escravos se distinguiam em "boçais". e pelo solo. 04. A "derrama" era a festa dos mineradores quando o governo suspendia a cobrança de impostos por determinado tempo. 02. que enfrentava grave crise econômica. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia AurÃfera Questão 58 . 04. fluidos e indefinidos. assinale o que for correto.02. Desde seu início. nos últimos anos do século XVII. No início.. 04.. 08. a colonização das terras brasileiras fez-se sob o absoluto controle das leis da Metrópole e dentro dos limites espaciais estabelecidos. o indígena. . Em tais práticas.(UEPG PR) Desde sua chegada ao Brasil. onde os limites geográficos foram. A colonização portuguesa na América foi um processo dinâmico em que os colonizadores freqüentemente agiram de forma imprevista e criativa. In: História da Vida Privada no Brasil) Sobre o assunto tratado neste texto. transformado em barras marcadas com o selo real e devolvido ao dono com o imposto cobrado. e as aldeias e vilarejos foram muitas vezes fronteiras temporárias. nada garantindo que durassem mais do que alguns anos [. 08. 01. onde os homens inventaram arranjos familiares e relações interpessoais ao sabor de circunstâncias e contingências. onde o ouro deveria ser fundido. também foi utilizado como escravo durante o período colonial . valores e normas rígidas oriundas da metrópole controlaram a vida colonial em todos os seus aspectos. onde as aldeias e vilarejos se erguiam de um dia para outro. fundamentalmente. Os engenhos do Nordeste dependeram. assinale o que for correto. o habitual foi o trabalho livre e assalariado. Questão 59 . 01. Os mineradores procuravam burlar o fisco e por isso a metrópole criou as casas de fundição. finalmente. Sobre a questão da mineração no Brasil. a mineração e o tropeirismo não contaram com trabalho escravo. 08. nativo da terra. entre eles o quinto. foi encontrado ouro. controlava as datas a que tinha direito e estabeleceu diversos impostos. Além do negro africano. A vantagem do descobridor do veio era poder escolher a primeira data. os colonos foram aos poucos incorporando o território da América Portuguesa ao âmbito do Império: mundo sempre em movimento onde as hierarquias sociais se superpunham com maior flexibilidade e rapidez. 04.(UEPG PR) "Partindo do litoral. O governo português. As políticas metropolitanas procuravam manter o nível de produção. do trabalho escravo negro no plantio e corte da cana-de-açúcar e também nas diferentes etapas da produção do açúcar. Hierarquias. até meados do século XVIII. o ouro era encontrado à superfície da terra ou no leito dos rios. a incorporação territorial realizou-se aos poucos.]" (Laura Mello e Souza. os portugueses buscaram ouro e prata no território colonial e. 02. Na colonização do Brasil. Atividades como a criação de gado. 16. qualificando os seus funcionários e procurando melhorar as técnicas de exploração. 16. estabelecendo os direitos do capitão-donatário e suas obrigações frente à Coroa. 04. artesanais e de supervisão. formar milícias e cobrar tributos. 02. 01. 01. 08. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 60 . permitiu a alguns acumular um pecúlio para a compra de sua liberdade.16. muitos cativos recebiam parcelas de terra para cultivo próprio.(UEPG PR) Sobre as capitanias hereditárias.(UEPG PR) . pois os grandes tinham interesse pelas Índias ou por terras no Reino. 16. A escravidão era muito presente nas áreas de pecuária. Isso significava que não podiam vender ou dividir a capitania. ainda que pequeno. Na sua imensa maioria. trabalharam e morreram nas áreas rurais. Desde o século XV. e funcionários da burocracia monárquica. Nas regiões de pastoreio havia menor densidade de escravos. A expansão ultramarina portuguesa e a colonização viabilizaram-se com práticas de descentralização monárquica que fragilizavam a Coroa Portuguesa. Os limites geográficos estabelecidos pelo Tratado de Tordesilhas definiram as fronteiras coloniais na América. vítimas de um vultuoso comércio intercontinental. os escravos viveram. cabendo ao rei a prerrogativa de modificá-la ou extinguí-la. No Brasil. maior pobreza e rusticidade e uma hierarquia social mais frouxa. no sul de Portugal e mais tarde nas ilhas africanas do Atlântico. 04. 02. a cor da pele era também fator de diferenciação: mulatos e crioulos eram preferidos nas tarefas domésticas. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Administração Colonial Questão 62 . tal comércio.(UEPG PR) Os escravos africanos. muitos ligados à burguesia e aos cristãos-novos. a carta de doação e o foral regiam o sistema de capitanias. assinale o que for correto. Sobre o trabalho escravo no Brasil Colônia. Os donatários recebiam da Coroa o direito de posse e não da propriedade da terra. Acompanhando a tradição do povoamento do Reino de Portugal durante a Reconquista. assinale o que for correto. Na zona rural. com a licença de venda dos excedentes que produzissem. Entre os poderes administrativos dos donatários estão o de doar sesmarias. As capitanias foram distribuídas entre fidalgos da pequena nobreza. Brasil Colônia (1530 a 1808) / Economia Açucareira Questão 61 . Dada a mestiçagem. 08. a escravidão de negros associada com engenhos de açúcar já tinha uma certa tradição. cabendo aos negros as tarefas mais pesadas. tornaramse responsáveis por quase todo o trabalho braçal realizado na colônia. o tráfego de negros teve início no século XVI e intensificou-se no século XVII. A valorização das culturas nativas da América por parte de espanhóis e portugueses resultou num claro processo de integração social e cultural entre América e Europa após o fim do período colonial. 01. GABARITO: 1) Gab: 23 2) Gab: 26 3) Gab: 15 4) Gab: 31 5) Gab: 21 6) Gab: 30 7) Gab: 29 8) Gab: 27 9) Gab: 11 10) Gab: Trata-se de um modelo baseado na plantation. Do ponto de vista econômico. o "pacto colonial" consistia em um instrumento que prendia política e economicamente a colônia à metrópole. A propriedade da terra é concentrada – latifúndio – conferindo status político e econômico àqueles poucos elementos da sociedade que a têm. 04. 02. Na prática. monocultor e escravocrata.Recentemente o Papa Bento XVI afirmou que aconteceram "sofrimentos" e "injustiças" durante o processo de colonização da América. A escravidão somente passou a ser empregada nas colônias portuguesas e espanholas a partir do século XVIII. A respeito da colonização ibérica no continente americano. A Igreja Católica e as coroas ibéricas estiveram intimamente associadas no processo de colonização da América. o projeto colonial ibérico se baseou principalmente na estruturação de atividades artesanais e industriais nas colônias. 16. momento em que foram encontradas as primeiras reservas minerais no continente americano. assinale o que for correto. A . 08. advém das atividades desbravadoras do interior do território por parte dos bandeirantes. Detinham a função de transformar o ouro explorado nas minas em barra. atendendo à demanda do mercado externo. contabiliza–lo e daí obter os impostos “cabíveis’ a Portugal.produção ocorre em larga escala. voltando-se para exportação. como Minas Gerais. c) A “descoberta” de áreas de mineração no Brasil Colonial. 14) Gab: A 15) Gab: 28 16) Gab: 06 17) Gab: 24 18) Gab: 27 19) Gab: 02-08 20) Gab: 07 21) Gab: 22 22) Gab: 15 23) Gab: 12 . 11) Gab: 30 12) Gab: 46 13) Gab: a) “Cabedal” indicava poder político e econômico do indivíduo na sociedade colonial do Brasil. b) As casas de fundição eram as instituições fiscais representantes do poder da coroa portuguesa nas regiões mineradoras do Brasil Colonial. mantendo os interesses da metrópole (Portugal) sobre sua colônia (Brasil). 24) Gab: 03 25) Gab: 05 26) Gab: 21 27) Gab: A 28) Gab: 23 29) Gab: 15 30) Gab: 26 31) Gab: 28 32) Gab: 28 33) Gab: 14 34) Gab: 17 35) Gab: 14 36) Gab: 45 37) Gab: 22 38) Gab: 61 39) Gab: 11 40) Gab: E . 41) Gab: A 42) Gab: C 43) Gab: 26 44) Gab: 13 45) Gab: 01-04-16 46) Gab: 20 47) Gab: 19 48) Gab: 23 49) Gab: 30 50) Gab: 24 51) Gab: 06 52) Gab: 10 53) Gab: 05 54) Gab: 15 55) Gab: 10 56) Gab: 15 . 57) Gab: 10 58) Gab: 19 59) Gab: 06 60) Gab: 29 61) Gab: 31 62) Gab: 17 .
Copyright © 2022 DOKUMEN.SITE Inc.