Processamento Dos Materiais Polimricos2

March 24, 2018 | Author: Celso da Silva | Category: Polymers, Extrusion, Chemistry, Science And Technology, Technology


Comments



Description

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA UNIDADE ACADÊMICA DE ENGENHARIA DE MATERIAISDISCIPLINA: Processamento dos Materiais Poliméricos CÓDIGO DA DISCIPLINA: 2106096 PRÉ-REQUISITO (S) (CÓDIGO): Estrutura e Propriedades de Polímeros (2106095) CO-REQUISITO (S) (CÓDIGO): CURSO (S) A QUE A DISCIPLINA É OFERTADA: Engenharia de Materiais NÚMERO DE CRÉDITOS: 04 CARGA HORÁRIA: 60 horas PLANO DE CURSO EMENTA 1. Considerações gerais sobre o processamento de polímeros; 2. Noções de aditivação de polímeros; 3. Processamento por Extrusão; 4. Processamento por Injeção; 5. Injeção-sopro e extrusão-sopro; 6. Termoformagem; 7. Moldagem rotacional; 8. Outras técnicas de processamento; 9. Controle de qualidade na indústria de processamento; 10. Visitas industriais e atividades práticas. fiação por fusão (melt spinning). Principais aplicações e tendências. Importância da reciclagem. Fundamentos de mistura de polímeros e aditivos. Estimular os alunos a serem líderes. Evidenciar a correlação entre a estrutura molecular de polímeros com a reologia aplicada e propriedades térmicas nos diversos processos de transformação. 3. Processamento por Extrusão. 2. Extrusora mono-rosca. Introduzir os conceitos fundamentais sobre misturas de polímeros e aditivos e os principais tipos de equipamentos utilizados para a mistura. Tipos de periféricos. perfis lisos e corrugados. suas funções e importância de uso em polímeros durante o processamento e em serviço. tais como injeção e extrusão. Objetivos Específicos: • • • • • • • Transmitir conhecimentos sobre as diversas tecnologias utilizadas pelas indústrias de transformação de polímeros (terceira geração na cadeia produtiva) na produção de produtos acabados e semi-acabados e suas aplicações no mercado. revestimento de fios e cabos elétricos. Definição. Técnicas de impressão de filmes . Considerações gerais sobre o processamento de polímeros. II . Utilizar softwares que simulam os principais processos de transformação. Critérios de escolha do processamento. Extrusora tipo ram.I – OBJETIVOS (geral e específico) Objetivo Geral: Familiarizar os alunos com os diversos processos existentes para moldar plásticos. Descrever os mecanismos moleculares de conformação dos polímeros. Equipamentos de mistura utilizados na composição de polímeros com aditivos. Mecanismo de fusão do polímero durante o fluxo em extrusora. Destacar a importância das ferramentas de controle de qualidade na indústria de transformação de polímeros. aplicações e conceito básico do processo. chapas para termoformagem e co-extrusão. pró-ativos e empreendedores. Mercado de trabalho e as principais empresas de transformação de polímeros. Revisão sobre a cadeia produtiva de polímeros. Dar conhecimentos básicos dos diversos tipos de aditivos utilizados em polímeros e suas funções.CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. Breve histórico da evolução dos polímeros. Tipos de aditivos. Tipos de concentrados. Noções de aditivação de polímeros. Propriedades importantes no processamento de polímeros (térmicas e reológicas) e estrutura molecular. filmes plano e tubular. ráfia. Análise quantitativa do processo (modelagem de extrusora mono-rosca). Processos pós-extrusão: granulação. tipos e parâmetros de rosca. Simuladores do processo de injeção. Processos industriais. 7. recalque e resfriamento. Tipos de máquinas. Desenvolver atividades práticas em laboratório para que os alunos tenham melhor entendimento prático dos controles de processo. Moldagem rotacional ou Rotomoldagem. embalagem e expedição. 10. Extrusoras modulares de dupla-rosca: corrotacional e contrarrotacional. normatização e controle de qualidade realizado por amostragem durante o processo e em batelada no laboratório. Definição. plásticos celulares. Destacar a importância das principais ferramentas utilizadas no controle de qualidade. Enfatizar outros processos de transformação utilizados em menor escala ou em aplicações mais específicas. Processos industriais. Principais instrumentos utilizados para verificação das especificações técnicas dos produtos. Tipos de processos de termoformagem (vácuo. calandragem. Características físicas e reológicas dos polímeros utilizados. Tipos de periféricos. Tipos de moldes. defeitos e soluções. Propriedades térmicas dos polímeros utilizados. . resfriamento e controle). 8. Unidades de uma máquina injetora (injeção. pressurização. 4. Controles do processo. Moldagem por extrusão-sopro. durante o seu processamento e principalmente nos produtos acabados e semi-acabados. Defeitos no extrusado. Tipos de periféricos. Diagramas PVT. moldagem por injeção reativa. Outras técnicas de processamento. Vantagens e desvantagens do processo. princípios do processo. moldes e características dos polímeros utilizados. Moldagem por injeção-sopro. Tipos de máquinas e moldes. Processo de fusão. resfriamento e processos de corte (trimming). Tensões internas. por escorregamento. Simuladores de extrusão mono e dupla rosca. micromoldagem. aplicações e conceito básico do processo. ar comprimido. Compressão. Ciclo de moldagem. Visitas industriais e atividades práticas. Ciclo do processo. Termoformagem. com chapa dupla) e suas características. Mistura de polímeros com aditivos. comutação. moldes combinados. 9. Controle de qualidade na indústria de processamento. moldes. Contração. Visitar indústrias de transformação de polímeros para que os alunos conheçam os processos reais e as rotinas de um ambiente industrial. aplicações e conceito básico do processo. moldes e características dos polímeros utilizados. Co-extrusão e co-injeção sopro e propriedades de barreira dos produtos obtidos. canais e pontos de injeção. transferência. Características do processo. Moldagem por injeção-estiramento-sopro. Vantagens e desvantagens do processo. desde o recebimento da matéria-prima. comportamento dos materiais. Definição. Estruturação de polímeros. Fases de injeção. Orientação molecular. tipos de cabeçotes. 5. Processamento por Injeção. Extrusão-estiramento-sopro. sinterização e densificação do material dentro do molde. 6. moldes e matrizes. Definição. espalmagem. princípios do processo. Ciclo térmico. Definição. Efeitos do processamento na superfície interna e externa de produtos rotomoldados. Efeito “fountain flow”.e processo de corte e solda. aplicações e conceito básico do processo. fechamento. Aquecimento. Efeitos do processamento na estruturação de polímeros. Relação da rotação entre os eixos. injeção com gás e líquido. tipos e fatores importantes. imersão. Injeção-sopro e extrusão-sopro. Obtenção de filmes e chapas para termoformagem. de funcionamento de máquinas. Programador de parison. Principais defeitos nos produtos injetados. aplicações e conceitos básicos. & THRONE. P3). Physics of Plastics: Processing. A.A. 1991.S.V. J.G. Chapman and Hall. 1988. 11.. Ed. C. M. MORTON-JONES.H.. J. 14. 1995. J. 5. 6. S. Injection Molding Handbook.J. R. MICHAELI. New York. D. 1995. extrusão e matrizes. ROSATO. BIRLEY. 1994. GRISKEY.G. HARADA. 1994.. Hanser Publishers. Z. Twin Screw Extrusion: Technology and Principles.V. & D´AVILA. M. Ed. e GOGOS. 13.E. Principles of Polymer Processing. B. 17. Polymer Extrusion. Chapman & Hall. 20. 18.. 2000. C. Aditivação de polímeros. Florianópolis. Marcel Dekker. São Paulo: Artliber. 4. (livro clássico na área). G. New York. 1986. 2005. Hanser Publishers. M. Moldes para Injeção de Termoplásticos. BATCHELOR. Reologia de Polímeros Fundidos. 12. R. Hanser Publishers. 1989. Plastics Blow Molding Handbook. POTSCH. J. Artliber. RABELLO. M. 2000. Polymer Process Engineering.L. MIDDLEMAN. Injection Molding Machines A User´s Guide. Wiley. VI – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS BLASS. Chapman & Hall. Hanser Publishers. Extruder Principles and Operation. Mixing and Compounding of Polymers: Theory and Practice. W. 10%: Lista de exercícios. 19. Injection Molding An Introduction. Hanser Publishers. STEVENS.J. Inc. 2ª. Rotational Molding Technology. 2002. A. ZLOCZOWER. ROSATO. EDUFSCar. 2... injeção e moldes. 3. 1. M. 2006. D. 7.. 1990. Polymer Processing. ArtLiber. 9. Kluwer Academic Publishers. & COVAS. 10. 15. 1995. RAUWENDALL. I. A. TADMOR. Properties and Materials Engineering. Chapman & Hall. D. TADMOR. Z. Processamento de Termoplásticos – rosca única. S. Processamento de Polímeros. Hanser Publishers. 2005.III – METODOLOGIA (métodos e recursos) Utilizar os recursos disponíveis em sala como: quadro e projetor multimídia para apresentação de slides e vídeos dos processos industriais de transformação de polímeros. Fundamentals of Polymer Processing – McGraw-Hill Book Company. N. RAUWENDAAL. F. L. J. HAWORTH. 8. 1990.S. JOHANNABER.. R. Mixing in Polymer Processing. 2004. 1992. 16. 2ª Ed. C. P2. LEE. da UFSC. G. WHITE. MANRICH.C. Serão também ministradas aulas práticas com os equipamentos de processamento de polímeros disponíveis nos Laboratórios da Unidade Acadêmica de Engenharia de Materiais.. CRAWFORD. 1977. 20%: Relatórios de atividades práticas e visitas industriais. BRETAS. IV – AVALIAÇÃO • • • 70%: Provas (P1. Plastics Design Library. . ROSATO. ABPOL – Associação Brasileira de Polímeros (www. Design Formulas for Plastics Engineers.S.. Hanser. 22. 24. N.html) Plástico Moderno (www.21.A Reologia e Processamento de Polímeros. T. Inc. 1990. Outras fontes: catálogos industriais e anuário brasileiro do plástico.D.br) . M.arandanet. WHITE. J. 1996.com. John Wiley & Sons. 26.br/pi/index.br): Plástico Industrial (www.L. THRONE. J. MELO.plastico. Academic Press. Notas de aula.qd. Rheology in Polymer Processing.F.com.abpol. Hanser. 27. 1991. RAO. J.br/xpplastm.com. Techonology of thermoforming. Polymer Engineering Rheology. 23. HAN.J. 25.modplas.plástico. Hanser Publishers. 1976. et al.br) Modern Plastics (www. C.L. 1991. Polymer Processing – Principles and Modeling.com.jorplast.htm) Jornal dos Plásticos (www..br/revista/index.com. Sítios na Internet sobre polímeros: • • • • • • • Plástico (www.htm) Plásticos em Revista (www.com).com. AGASSANT.
Copyright © 2022 DOKUMEN.SITE Inc.