BASES CITOLÓGICAS DA HERANÇA

March 20, 2018 | Author: Jéssica Torres | Category: Meiosis, Mitosis, Chromosome, Biological Processes, Cell Biology


Comments



Description

BASES CITOLÓGICAS DA HERANÇA1. INTRODUÇÃO  Genética  Hereditariedade e variação 2. DIVISÃO CELULAR 2.1. Processos básicos envolvidos no desenvolvimento de cada organismo dependem em grande parte: crescimento e da diferenciação de suas células. 2.2. Divisão das células nucleadas, duas atividades integradas: cariocinese e citocinese. 2.3. Dois tipos de divisão nuclear: mitose e meiose, característicos de células animais e vegetais 3. COMENTÁRIOS SOBRE CÉLULA a) Unidade básica de todos os seres vivos; b) Conforme tipos de células: organismos eucariontes e procariontes; c) Eucariontes: membrana plasmática, citoplasma, estruturas celulares e o núcleo; d) Núcleo: centro de controle da célula, onde se localizam os cromossomos (portadores dos genes); o nucléolo. g)Cromossomos homólogos: morfologicamente idênticos. DNA). um material coloidal claro. n= 10 pares de crom.e) Componentes do núcleo: cariolinfa. f)Cromossomo: cromatina condensada. contendo uma molec. Homólogos (Quadro 1.) . mesmo número de genes. cromatina (cromossomos interfásicos. Ex: Milho 2n= 20 cromossomos. Constituição do CROMOSSOMO (Diagrama figura) . chromosomes 46 48 78 64 78 94 8 6 216 22 48 52 16 4.NÚMERO DE CROMOSSOMOS Diplóide ou somático (2n) Número de cromossomos em diferentes espécies Organism Human Chimpanzee Dog Horse Chicken Goldfish Fruit fly Mosquito Horsetail Sequoia Tobacco Cotton Yeast No. CROMOSSOMOS : LOCALIZACÃO DO CENTRÔMERO CARIÓTIPO . . localização de certos genes no cromossomo).representação morfológica dos cromossomos que caracterizam uma espécie (auxilia na explicação da ocorrência de algumas aberrações. Cada cromossomo passa a ser composto por duas cromátides irmãs. célula passa por um ciclo interfásico (final de uma divisão e o inicio da outra): Estádio G1: célula aumenta de tamanho e há uma intensa síntese protéica e de ácido ribonucléico. mesma constituição genética). Estádio G2: período que vai da replicação ao início do processo mitótico. que partilham de um centrômero comum (mesma sequência de bases. ou seja. onde ocorre a replicação do DNA.  Local de ocorrência: Células diferenciadas do corpo 1) Anterior a divisão celular.MITOSE  Divisão células vegetativas ou somáticas. Estádio S: estádio de síntese. . reaparecem os nucléolos. METÁFASE Cromossomos estão no equador da célula formando a placa metafásica.FASES DA MITOSE (figura) PRÓFASE  Inicio da condensação dos cromossomos. Ocorre à formação da membrana nuclear. cromossomos se descondensam. Cromossomos já se encontram com cromátides irmãs (produto da replicação do DNA na interfase)  desaparecimento do nucleolo e da membrana nuclear  deslocamento dos cromossomos para o equador da célula e a formação das fibras do fuso no citoplasma. Fuso desaparece. célula se divide em 2 células filhas geneticamente idênticas. TELÓFASE Inicio com a chegada dos cromossomos aos pólos. núcleo se apresenta como se fosse um novelo de lã com fios emaranhados. Cromátides irmãs livres dirigemse aos pólos opostos e recebem a denominação de cromossomos. As fibras do fuso unem as cromátides irmãs por intermédio de seus centrômeros aos pólos opostos da célula. . Condensação dos cromossomos é progressiva. ANÁFASE Ocorre a separação dos centrômeros. FORMAÇÃO DOS GAMETAS Meiose e a fertilização (principal mecanismo para produzir indivíduos geneticamente diferentes). em células denominadas meiócitos. mas associam-se . MEIOSE (DIFERE DA MITOSE} 1) Após replicação dos cromossomos ocorrem duas divisões celulares. que são os agentes que passam os genes dos pais para os filhos por intermédio da reprodução sexuada. 3) Células filhas não sofrem novas meioses e os cromossomos meióticos não se comportam individualmente. 2) Ocorre apenas em certos estádios de desenvolvimento do organismo e em regiões específicas do corpo do individuo. Fertilização  combina as células haplóides para restaurar o estádio diplóide. A meiose é um tipo de divisão celular  células filhas com o número de cromossomos reduzido à metade e que se diferenciam nos gametas. A meiose é essencial para a formação dos gametas. paquíteno. ocorre a permuta genética (crossing. os quais são locais onde ocorreu a permuta no paquíteno. com 2 cromátides. troca de partes de cromátides não irmãs.MEIOSE PRÓFASE diacinese) I (Leptóteno. que é o pareamento dos cromossomos homólogos. apesar de a replicação ter ocorrido na interfase. Metáfase I: período em que ocorre a orientação dos bivalentes na placa metafásica. que corresponde ao seu posicionamento nas extremidades do bivalente. Zigóteno. Diacinese: bivalentes atingem a condensação máxima.over). Visualiza-se cromossomos duplicados. isto é. presença dos quiasmas. diplóteno e Leptóteno: condensação dos cromossomos (núcleo em forma de novelo de fios bem mais finos do que na prófase mitótica. Zigóteno: ocorre a sinapse. observa-se terminalização dos quiasmas. Diplóteno: tendência de separação dos homólogos. cromossomos homólogos do bivalente ficam . Paquíteno: os homólogos permanecem pareados. desaparece o nucléolo e a membrana nuclear. em pólos opostos presos às fibras do fuso pelos centrômeros. não ocorre replicação de DNA . . resultando em quatro células filhas de um meiótico. .eqüidistantes do equador da célula. reduzido á metade. e em conseqüência. Telófase I : chegada dos cromossomos homólogos aos pólos opostos.Constituição genética desses gametas é diferente.Difere da MITOSE quanto ao número de cromossomos. cada núcleo filho receberá um número de cromossomos reduzido à metade. apenas a síntese de RNA.Cada núcleo haplóide formado após a anáfase II recebeu uma das 4 cromátides de cada bivalente. Intercinese: período interfásico. Anáfase I : segregação dos cromossomos homólogos duplicados para pólos opostos. CONSEQUÊNCIAS GENÉTICAS DA MEIOSE Recombinação dos genes  o que contribui para aumentar a variabilidade na natureza . que se diferenciarão em gametas. MEIOSE II (semelhante a Mitose) . da égua e 31 crom. BURRO . jumento)  N ímpar de crom..Híbrido. falta de homologia dos cromossomos das espécies. Égua (2n=64) x Jumento (2n= 62) Burro (32 crom. evolução da espécie:  Principal matéria-prima para melhoristas genéticos de plantas e animais. dificulta o pareamento  meiose não prossegue  não formação dos gametas. ANORMALIDADES PROCESSO MEIÓTICO  Resultam em esterilidade total ou parcial: ex. .
Copyright © 2021 DOKUMEN.SITE Inc.